Tapembol - Que jogo é esse?

Tapembol - Que jogo é esse?

Como se joga?

Tapembol é um esporte de quadra, com seis componentes em cada time, onde o jogador utiliza uma mão aberta, dando um ou dois toques na bola, sem segurar e de forma alternada, com o objetivo de fazer gol no time adversário.

O Tapembol é praticado com uma bola própria para crianças e outra para adolescentes, no mesmo espaço utilizado para realização do futsal. A quadra possui ainda algumas particularidades, que são os pontos de vantagem (são quatro, ficando dois em cada linha lateral da defesa e dois no ataque, o qual é utilizado para cobranças de vantagens e trocas em substituições), a expansão da área (são as laterais esquerda e direita do gol, onde o goleiro atua como jogador, podendo dar até dois toques na bola) e a vantagem de área (cobrança feita por dois jogadores, na área, somente contra o goleiro), que dão características dinâmicas ao jogo.

As equipes são compostas por seis participantes de cada lado sendo classificados como um goleiro, dois na defesa, um central, um apoio direito e um apoio esquerdo. O goleiro é o principal defensor da área e articulador de jogadas. Não poderá tocar na bola fora da sua área, exceto lateralmente, bem como utilizar do corpo para que o adversário não tenha acesso a mesma. Não é permitido que se tenha condutas desleais como chutar a bola, utilizar as mãos fechadas, empurrar o adversário, etc.

Tapembol – Que jogo é esse?

O tapembol é um jogo criado no espaço escolar, de forma coletiva, cuja maneira de vivenciar se baseia inicialmente em dar tapas na bola entre os participantes, trocando passes até o objetivo do gol. Outro fator característico do jogo, é que os fundamentos permitem somente até dois toques por vez, limitando em um ou dois o contato com a bola antes que ela seja passada para outro companheiro, fazendo com que cada um precise de todos, tornando ilimitada a participação efetiva de seus componentes.

Partindo do principio que as regras garantem e se faz necessária a participação efetiva de todos os jogadores, o jogo foi intitulado como “um jogo de todos”, devido sua aceitabilidade, inclusão e respeito às diferenças. Quando dizemos que é "um jogo de todos" é porque ele também pode ser da criança, do adolescente, do jovem, do adulto e de todos que tenham a vontade de praticar, não importando se é alto, magro, baixo ou gordo ou até mesmo que não tenha adquirido vivências de movimentações em outros esportes.

O jogo foi criado pelo Professor de Educação Física Marco Aurélio Cândido Rocha, na antiga Escola CEW PROMOVE, em Caeté, onde começou a difundir o novo esporte e hoje, pulando os muros da escola, possuindo adeptos em outras escolas de Caeté e em cidades Mineiras como Belo Horizonte, Jaboticatubas, Lagoa Santa, Diamantina, Itabira, Pará de Minas, Betim, Contagem, Botelhos, Alvorada de Minas, Crucilândia, MarilacBom Despacho, Nova Era, dentre outras, que viram no Tapembol uma nova possibilidade para oportunizar o conteúdo jogo no Ensino da Educação Física.

O Tapembol já esteve presente em Semanas Acadêmicas, Palestras e Seminários, em Universidades de Minas Gerais (FUMEC, UNIVERSO BH, UIT ITAÚNA, UFV FLORESTAL, ISABELA HENDRIX, ESTÁCIO BH, UNINCOR, CLARETIANO e UFMG) e na UFF, em Niterói, como experiências de expansão. 

O Tapembol tem alcançado cidades de outros estados, como ESPÍRITO SANTO (SERRA), MATO GROSSO (SORRISO), RIO DE JANEIRO (NITERÓI) e SÃO PAULO (ÁGUAS DE LINDÓIA, SANTA MARIA DE POSSE, ARTHUR NOGUEIRA, TORRINHA, SERRA NEGRA, MOGI e LINDÓIA), PARANÁ, BAHIA, SANTA CATARINA, MATO GROSSO DO SUL, ALAGOAS e vem crescendo cada vez mais.


Conteúdos relacionados


  • Parceiros

    • Bolas Musa
    • Jornal Opinião
    • Ah! eu vi
    • Andrade Tean
    • IEPS
  • Redes sociais e Aplicativo

    • Facebook
    • Twitter
    • Youtube
    • Facebook